segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Hurts.

Abro os olhos após uma noite de sonhos .Afasto o lençol.Olho ao meu redor e me parece que é só mais um dia daqueles comuns, sem marcas, sem esperanças, sem realizações ou descobertas.A imagem no espelho retrata a mais pura fraqueza .A face traçada por expressões de cansaço, a palidez me consome.Olhos que um dia foram estrelas se apresetam ofuscados pelas emoções,sentimentos, angústia.Menos pior se não fosse companheira da nostalgia, que contagia ,e absorve toda energia disponível e radiante da alma. A mente, inimiga da paz ,projeta uma reflexão um tanto que verdadeira e a pergunta que nunca se cala ...Por que minhas atitudes, revoltas, pensamentos, e atos não estão ajudando em nada, ou melhor, só pioram as coisas e a cada dia que passa eu sinto como se um pedaço de mim está sendo deixado pra trás? sendo esquecido ou arrancado da minha visão...Isso dói, machuca por dentro pensar que aquilo que já foi tudo pra mim, simplesmente se tornou indiferente. Não posso dizer que você se tornou indiferente e sim os meus sentimentos e emoções que foram absorvidas como forma de proteção, de protesto pelo medo, medo... Medo de te perder, medo de te tirar a felicidade, medo de me tornar vulnerável e dependente, medo de uma decepção ,talvez, medo de substituições, medo de sentir saudade, medo de morrer de ciúmes, medo de te deixar viver, medo de me envolver demais e me entregar como antes havia feito, um medo de não te ver todos os dias, medo de não ligar ou não ser respondida, medo de olhar para o lado na certeza de você estar lá e simplesmente não te encontro.É ,eu tive medo...Medo insuportável de sentir medo, de ser indiferente, eu diria medo de viver, mas sentir tudo isso foi bom. O amor alimenta a alma e só me ajuda a enxergar que a vida é de dar medo.Olhando em minha volta ,o que mais poderia me dar mais medo senão a possibilidade de viver minha vida sem você? Fecho novamente os olhos.Uma gota escorre e umidecendo a pele veludo, as pernas tremem transparecendo os pensamentos .Um súbito movimento é lançado ao aparelho em cima do criado mudo.Nada.. nenhuma ligação.Nenhuma mensagem.Nem ao menos um sinal de vida. Desespero.Para onde foram as promessas, os sonhos, as superações, a força ?‘’eu só peço que me escute.Uma única chance pra realmente te agradecer por cada momento, cada segundo vivido ao teu redor, cada sorriso, cada abraço, cada olhar, cada discussão, cada briguinha boba, cada passo, respiração e preocupação, cada emoção, sentimento e expressão, cada lágrima, cada promessa, cada jura, cada palavra falada e repetida, e eu posso garantir que nada foi em vão, que nada que já se foi sentido e consentido se ofuscou, garanto que nada muda ou apaga o que foi vivido, nada muda o que passou e o futuro ? Ah, o futuro eu reservo para sua felicidade. Pelo menos eu tento,me esforço e reflito... Por quê? Simplesmente por te ter ao meu lado e me sentir bem de saber que essa pessoa é você.Assim, me orgulhar de ser quem eu sou quando estou perto de ti, de enxergar nos olhos palavras que não precisam ser ditas, de me sentir segura ao me ver no meio dos teus braços, me sinto bem de me sentir pequena e neném, de poder sentir que o meu, seu, nosso ‘’pra sempre’’ nunca acaba.Se digo que não me preocupo mais,que te esqueci ou que não me importo, eu minto.Sim, minto na certeza de que o fato de estar mentindo tão convincentemente te invade e não é pra te fazer mal.Aliás, isso é o que eu menos quero e espero te fazer. Se você procurava uma pessoa que te fizesse rir quando estivesse desanimado, que te fizesse chorar de emoção, que te abraçasse nos piores momentos, que te acordasse com saudade, que te ouvisse , compreendesse e você esperava encontrar alguém que todos os dias te chamasse de ‘’minha vida’’,que dissesse todos os dias que te ama, esperava encontrar alguém que te aconselhasse a fazer o certo, que te apoiasse e descordasse se isso fosse o melhor pra ti, que te completasse, que em seus momentos de alegria fizesse da minha a sua felicidade,esperava encontrar alguém que te transmitisse segurança, que te fizesse companhia, que contasse piadas, que declarasse amor por ti sem ter medo de ser amada, que fosse a amiga, a pessoa que você realmente sonhava em encontrar,é eu tento ser essa pessoa.Fico satisfeita só de saber que um dia eu fui. Devo-te desculpas por um dia ter tentado dizer adeus, desculpa pela falta de respeito, pelo stress e grosseria um dia existente.Desculpe-me por sentir tanto ciúmes, por me importar tanto, por te fazer ouvir tudo isso, desculpe por algumas atitudes que nem sempre são as certas, mas são intencionadas para o melhor caminho.Desculpa por cada lágrima que seu rosto permitiu escorrer, desculpa por ter causado algum dia sem sorrisos ou por ter te decepcionado. Perdoa-me por te fazer passar por tantas coisa desnecessárias.Espero que eu não tenho estragado nada e que tudo volte a ser até melhor do que era antes e é claro,mudança é a lei da vida.Espero estar presente em cada fase de mudança e adaptação. Obrigada por cruzar o meu caminho.’’ O texto passado e repassado na cabeça aguarda uma ligação inexistente e tudo aquilo que foi guardado por tanto tempo ,um dia vai ser dito. Por enquanto ,só oque posso fazer é saber lidar com a nostalgia que me assombra . Lavo o rosto e sigo pra mais um dia rotineiro, como sempre.De novo,de novo e de novo...

3 comentários:

julianaseade disse...

a mais pura verdade , é ..

Gabibah... disse...

vc escreve mt bem e seu blog me incentivou a criar um tb e divulgar as tantas e tantas coisas q eu escrevi em todo esse tempo!

Mariana Lima disse...

cara,amei essa postagem e é exatamente tudo que nós sentimos quando amamos amar uma pessoa e ela se vai da mesma forma que veio ou pior,enfim te seguindo e se quiser fique avontade para me seguir,escrevo também não sei se tão bem quanto você,espero que goste das minhas postagens e beijos