quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Amor

eu conto os dias para te ver
sei que nao sou nada pra voce
mas não custa sonhar, mesmo sabendo que um dia voce não vai lembrar
dos dias que eu passei com você, foram poucos eu sei
mas esses dias são as causas para a minha dor
que pouco a pouco vai aumentando
na medida que eu vou lembrando
o que era mesmo o amor?
difícil falar;
facil sentir
fácil começar;
difícil terminar.
é assim que é, assim que vai ser.
pra começar, ansiedade não me faltou.
pra terminar, a coragem se oculta, e amor me sobra, portanto, em meu ver, o pra sempre existe.
o ódio de ontem, se torna o amor de amanhã.
o desgosto de hoje, vira o sentimento de amanhã.
e, quando se menos espera, vem alguém, e toma tudo de você.
sua vida, seu
coração, seu pensamento.
foi assim que aconteceu, que acontece, e vai acontecer.
vem alguma coisa, e mexe com tudo, faz uma reviravolta no seu mundo.
por mais perto, distante estamos;
por mais longe, perto estamos.
o que os olhos não vêem, o coração sente.
o que a boca não fala, o coração sussurra.
cada palavra sussurrada, desde que com amor, toca o coração.
de quem quer que seja;
o meu, o seu,
de qualquer outra pessoa.
cada palavra, constrói uma parede do coração.
e ao meio de tantas suas, eu me perdi, me perdi.
e tive meu coração reconstruido, ganho, perdido, não sei.
seu, meu, não sei.
amor, ódio, não sei.
prefiro sentir e falar de amor.
e ao sentir, me vem você, só você, na mente.

3 comentários:

Ki ;D disse...

Que paradoxal .---.
Triste/bonitinho :3

Gostei Sarah :3

Entediado disse...

triste.. gosteý .-.

TMN23 disse...

sem palavras. Nao tem o que falar, por que voce falou tudo.

um dos peomas mais tristes e verdadero que eu ja vi no portugues.